featured Content

News

Oficina de Métodos de Pesquisa em Pós-Graduação em São Paulo

SOBRE A OFICINA O Centro de Relações Internacionais da Fundação Getulio Vargas organiza Oficina de Métodos de Pesquisa em Pós-Graduação. A ser realizada no dia 28 de novembro de 2017, em São Paulo, a Oficina consiste em um seminário de um dia nos quais os participantes recebem treinamento especializado no uso de entrevistas em profundidade para identificar mecanismos causais e testar hipóteses em Ciência Política e Relações Internacionais.

O evento é desenhado especialmente para mestrandos e doutorandos. A Oficina dará prioridade ao diálogo entre Ciência Política e Relações Internacionais, enfatizando novos debates historiográficos e abordagens teóricas e metodológicas das humanidades. Os participantes também trabalharão em conjunto com os organizadores em uma série de exercícios analisando material do arquivo histórico e …

Bate-Papo FGV: Venezuela e geopolítica na América Latina

 

O Bate-Papo FGV de hoje convida Oliver Stuenkel, Coordenador do CPDOC em São Paulo, para falar sobre “Venezuela e geopolítica na América Latina”. Assista aqui.

Ler também:

Constituinte assume poderes do Congresso e aprofunda crise na Venezuela

Why Venezuela will not look like Cuba (or North Korea)

Why does Brazil’s Workers’ Party still support the Maduro regime in Venezuela?

Como lidar com um Trump brasileiro (EL PAÍS)

 

https://brasil.elpais.com/brasil/2017/10/10/opinion/1507636832_741558.html

Quatorze países latino-americanos terão eleições presidenciais em 2018 e 2019. Na maioria deles, há uma ampla rejeição à elite política. No México, por exemplo, apenas 2% dos eleitores confiam em partidos políticos e só 4% acreditam que o país está no rumo certo. Em quase toda a América Latina ocorre algo similar. Devido ao baixo crescimento econômico e à desconfiança na classe política — e na própria democracia —, o próximo ciclo eleitoral na região deverá trazer profundas mudanças. Embora isso não seja negativo per se — de fato, as elites políticas precisam ser renovadas urgentemente —, há um risco enorme de que o atual descontentamento generalizado levo ao surgimento de salvadores da pátria no continente, os quais …

Apply now: Global Governance Futures

 

Se você é apaixonado por discutir grandes desafios globais, como a crise de refugiados e o papel das cidades na governança global, e quer trabalhar com fellows de diversos países para propor formas de resolvê-los, conheça o fellowship do Global Governance Futures (GGF). Os candidatos ao programa precisam ter três anos de experiência profissional, excelência acadêmica e fluência em inglês. Os contemplados com a bolsa participarão de diálogos em Washington D.C., Nova Déli, São Paulo, Paris e Berlim, financiados pelo GGF.

A iniciativa é patrocinada pelo Global Public Policy Institute e a Fundação Robert Bosch, e estamos muito felizes em anunciar que a Fundação Getulio Vargas (FGV) é a parceira brasileira deste programa. http://www.ggfutures.net/apply